IComradio | Voltar ao Início

Jovens Radialistas do Semiárido

O projeto Jovens Radialistas do Semiárido é realizado pelo IComradio, juntamente com a Brücke Le Pont da Suíça e atua no estado do Piauí oferecendo formação em Comunicação Social para jovens pobres na faixa etária de 16 a 29 anos com foco nos grupos prioritários de agricultores familiares, remanescentes de comunidades quilombolas, mulheres e cegos.

Nos seus anos de atuação o projeto já formou mais de 400 jovens, capacitados para atuarem nas áreas de rádio, televisão, publicidade, assessoria de comunicação, monitoramento de mídias sociais ou mesmo abrirem os seus próprios negócios no segmento da comunicação.

Projeto Jovens Radialistas do Semiárido

Ao termino da formação os jovens têm acesso ao registro profissional emitido pelo Ministério do Trabalho e válido em todo o Brasil.

Coletivo de Comunicação Cidadã (C3)

Projeto Jovens Radialistas do Semiárido

O projeto possui o Coletivo de Comunicação Cidadã, criado para ampliar o protagonismo jovem, empregabilidade e geração de renda. Na fase 2016-2018, percebeu-se claramente que o protagonismo dos jovens egressos é imenso, existindo a formação de redes espontâneas onde os jovens se articulavam, trocavam experiências, contratavam serviços entre si e geravam renda.

O Coletivo possui imenso potencial para a construção de redes de comunicação colaborativas e articulação das redes que já vem sendo construídas pelos egressos.

Metodologia

Durante a sua trajetória o Projeto Jovens Radialistas desenvolveu um método (um caminho) de formação própria que parte da realidade de cada participante e leva-os/as a intervir positivamente na comunidade onde vivem.

Durante o ano 2018 foi realizada a sistematização deste método que recebeu o nome de Saber Ouvir, Saber Falar e Saber Mobilizar (OFM).

1. Saber ouvir corresponde a fase inicial do projeto. Ouvir é a principal qualidade do/a comunicador/a. Este é o momento de compreender a própria realidade, eleger um tema gerador, produzir o projeto de curso que corresponde a uma intervenção que será realizada durante ou ao final da atividade de formação; 2. Saber falar é o momento de aprender a técnica. Como utilizar os instrumentos de comunicação disponíveis para produzir fotografias, textos, vídeos etc., capazes de alcançar as pessoas. A técnica será estudada em função do tema gerador e dos projetos de curso dos alunos. Esta etapa serve para aprimorar a intervenção que será realizada na comunidade; 3. Saber Mobilizar é o momento da execução do projeto de curso. É a intervenção que os alunos farão na comunidade. Neste momento há a provocação para que a intervenção realizada se transforme em negócio com inovação tecnológica, comunicação e governança colaborativa e trabalho digno.

O projeto Jovens Radialista do Semiárido é reconhecido como tecnologia social pela Fundação Banco do Brasil e recebeu o prêmio Objetivos do Milênio PNUD/ONU em 2016.  

Avalie o conteúdo desta página!

Enviando Comentário Fechar :/